Fotografia:Fim do dia (End of the day)

DSC04786 (2)

DSC04764 (2)

DSC04757 (2)

Fotos: Chronosfer. O fim do dia é o início de outros dias e a noite se deslumbra com a passagem do ritual diário. O mar, calmo com seu sal, acolhe visitas. O lento e suave caminhar e voos abastecem a alma de esperança. Sempre haverá outro dia.

The end of the day is the beginning of other days and the night dazzles with the passage of the daily ritual. The sea, calm with its salt, welcomes visitors. The slow and gentle walk and flights fuel the soul of hope. There will always be another day.

Anúncios

17 comentários sobre “Fotografia:Fim do dia (End of the day)

  1. I love the photos and the song. The song always reminds me of a girl I knew when we were both 17. She was brutally murdered unfortunately. So this song is quite haunting, but it’s also a reminder of someone in a time when I was young and life was so complicated. I like to go back there from time to time to remind myself how far I’ve come in life.

    Curtido por 1 pessoa

    1. the peace of the sea and herons always bring me music. and I confess I was not sure what to choose. I thought of Yes and Pink Floyd, but something did not close with the pictures and the feeling. then I remembered America. the guitars, the softness, the vocals. I have memories of a rough time here in Brazil when I listened to them. but somehow they are memories of life and life. I feel for the loss suffered, I believe, however, what you have lived with your friend, is eternal and sweet.

      Curtido por 2 pessoas

  2. Fin del día

    El mar toma sus olas y las guarda,
    dobla las esquinas a la espuma
    blanca, fervorosa y salada,
    para que no salpique al cielo.

    Las aves sueltan a sus presas,
    desmarcan sus pasos en la arena,
    entre graznidos se despiden
    junto al sol que marca la tarjeta de salida.

    El azul del cielo apaga las luces,
    se viste de traje brillante y el overall
    lo esonde detrás de unas rocas
    aliviadas de tanto golpeteo del mar.

    Vamos atajando al viento aún laborioso,
    se rehúsa a dejar su puesto,
    dice que debe hacer horas extras,
    por las noches bebe alcohol estrellado.

    Suena el pito de termino del día,
    la arena toma un último aire
    junto a la roca que seca sus ropas.

    La luna tímida y soñolienta enciende
    una a una las estrellas vigilantes,
    mientras baja el volumen al sonido del mar,
    al final del día todo en paz.

    Curtido por 1 pessoa

    1. é verdade, algo semelhante aconteceu comigo. participo de um programa de recuperação física em função de uma lesão no joelho esquerdo, que não tem cura, mas posso caminhas normalmente desde que em dia com a musculatura, e ontem cheguei dos exercícios exausto e abri o post e quando olhei o mar, as garças, enfim, fiquei tranquilo e em paz. muito obrigado, Dulce, você disse tudo e fico muito feliz. tenha um lindo dia.

      Curtir

  3. Chronos, tudo bom?

    Eu vi que vc deu uma estrelinha no post que eu fiz sobre o Desafio Literário e seria muito legal ter sua participação nesse desafio relâmpago! Espero imensamente que você possa participar pra poder exercitar a escrita criativa e conhecer novos escritores também.

    😘

    Curtir

    1. oi, Maria Vitoria, bom dia! eu sempre acompanho teu blog, gosto muito do teu trabalho/textos/ideias que instigam muito. todavia, há muito deixei de escrever ficção. seu convite é tentador, mas em mim a ficção hoje habita apenas a casa da leitura. muito obrigado, minha amiga e fico feliz com sua presença e convite. um abraço carinhoso.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s