Fotografia: Olhos de dentro (Eyes inside)

IMG_1613 (2)

IMG_1614 (2)

Os olhos de dentro são silenciosos. Guardam segredos. Criam histórias que não saem desse lado de dentro. Tantas vezes meus olhos encontraram esses olhos. Quantas vezes criaram histórias sobre meus passos? Ou quantas vezes apenas me observaram passar? Não sei, apenas sei que a vida de dentro é a vida que revela o lado de fora.

The eyes inside are silent. They keep secrets. They create stories that do not come out on the inside. So many times my eyes met those eyes. How many times have you made stories about my steps? Or how many times just watched me pass? I do not know, I just know that life inside is life that reveals outside.

Fotos: Chronosfer.

Fotografia: Rua da saudade (Longing street)

IMG_1596 (2)

Meus passos e olhos habitaram essa rua. Passagem para outras ruas, cada janela, cada porta se revelavam em pequenas visitas ao passado. Nele, tanto de mim quanto da cidade permanecem invisível aos passos e olhos de tantas outras pessoas. A história deixou de ser memória e nasceu o esquecimento. A cidade deixou de ser cidade e hoje, visível, é apenas uma estrela no mapa da lembrança.

My footsteps and eyes inhabited this street. Passage to other streets, each window, each door revealed in small visits to the past. In it, both me and the city remain invisible to the footsteps and eyes of so many other people. History is no longer a memory, but oblivion is born. The city has ceased to be a city and today, visible, it is only a star on the map of remembrance.

Foto: Chronosfer