Fotografia: Recortes do modernismo (Clippings of modernism)

Fim do dia. O sol busca um espaço entre as linhas e traços e vidros abertos e fechados. Do azul da tarde ao amarelo do reflexo dos seus raios, a vida se reinventa em nossos olhos. O prédio, moderno em sua arquitetura, acolhe com suavidade o eterno movimento solar. Natureza que vem habitar a alma antes de a lua chegar.

The sun seeks a space between the lines and traces and open and closed glasses. From the blue of the afternoon to the yellow of the reflection of its rays, life reinvents itself in our eyes. The building, modern in its architecture, welcomes with softness the eternal solar movement. Nature that comes to inhabit the soul before the moon arrives.

El sol busca un espacio entre las líneas y los rastros y las gafas abiertas y cerradas. Desde el azul de la tarde hasta el amarillo del reflejo de sus rayos, la vida se reinventa a nuestros ojos. El edificio, moderno en su arquitectura, acoge con suavidad el eterno movimiento solar. Naturaleza que viene a habitar el alma antes de que llegue la luna.

Fotos: Chronosfer. Montevidéu.

18 comentários em “Fotografia: Recortes do modernismo (Clippings of modernism)

    1. pois, Estevam, de Poa a Montevidéu de avião são apenas 50 minutos. é subir e descer. cidade fantástica, antiga e também moderna. o que é legal são os cafés. das tantas vezes que fomos, acho que mais fiquei nos cafés. a vida parece se alongar e tudo é mais feliz e as gentes de lá são incríveis. sinto saudade de Montevidéu. lugar que vale uma visita prolongada. muito obrigado e um grande abraço.

      Curtir

      1. Já fui duas vezes a Montevidéu passando por POA… De ônibus meu amigo. Saída de Gramado. A viagem parece eterna. Montevidéu realmente tem uma calma no ar que nossas grandes cidades brasileiras não têm. Comungo de sua admiração. Paz e Bem!

        Curtir

      2. Ah, vale… Eu faria esta viagem novamente, principalmente, passando pela Serra Gaúcha. Montevidéu, de fato, é uma cidade muito acolhedora. Nas duas vezes também fui à Punta. Onde fi complicado passar, aí sim, foi no Chui… Abraços.

        Curtir

Deixe uma resposta para estevamweb Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s