Fotografia: Encontro (Meet)

Precisei ir muito longe de mim para me encontrar.

I had to get too far away from me to find myself.

Tuve que alejarme demasiado de mí para encontrarme a mí mismo.

Foto: Chronosfer.

32 comentários em “Fotografia: Encontro (Meet)

    1. Oi Irina, querida, um sentimento muito forte que senti à espera para entrar no bloco cirúrgico e dali sem saber se iria sair. No momento em que ficamos frente à morte um redemoinho de pensamentos e imagens nos povoam a mente e até tudo ficar organizado e claro é um processo doloroso mas depois é libertador. Encontrei naquele instante toda a paz que sempre desejei e desejo a todos. Tenho procurado dizer isso com os posts. Paz e harmonia. Feliz sempre contigo aqui, és parte desse todo que sou hoje. O meu abraço carinhoso.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Fernando disse tudo. Paz e harmonia traduz-se em felicidade. A partir do momento em que a nossa mente se liberta de determinados pensamentos conseguimos ver mais além e sentirmo-nos.
        Retribuo o seu abraço e muita força Fernando. Fico feliz o acompanhar, muito mesmo.

        Curtir

    1. Oi Renata, bem isso e quando o momento chega é libertador (até a palavra ajuda: liberta a dor). – tenho tentado comentar em teu espaço e me é pedido login, faço e retorna a pedir. Não sei se é problema de configuração do celular, mas tenho te acompanhado. Muito obrigado sempre e cuide-se muito, minha amiga. O meu abraço carinhoso.

      Curtir

      1. Sim verdade quando acontece nos sentimos aliviados e como se tirassemos um peso das costas…nossa nao fazia ideia que isto estivesse a acontecer …e estranho pedir login …isso ja aconteceu ate mesmo comigo tbm…vou dar uma olhada em minhas configurações..apesar de nao entende las muito bem…espero que seja resolvido…cuide tbm meu amigo nesses tempos dificeis..agradeco pelo carinho…e te acompanho sempre tbm..abraço fraterno.Deus cuide de todos Nós!!

        Curtir

    1. Oi Dulce. A frase tem com o momento que vivi em um corredor semi-escuro a espera para entrar no bloco cirúrgico e passar pela cirurgia para retirada do tumor. Naquele instante, sozinho, assustado, tanto se passou por mim até reconstruir a paz e tranquilidade para o que viria. Hoje, ao lembrar, veio-me exatamente isso, tive que ir longe de mim (proximidade da morte) para me encontrar. Consegui e fui em paz, pacificado, tranquilo. Aos poucos, estou escrevendo sobre isso nos posts através dessas frases curtas. Muito obrigado pela companhia sempre forte e firme para mim, de encorajamento e força e esperança permanentes. Um grande abraço e feliz Primavera.

      Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Lara, uma simples foto feita aqui em casa, contra a parede é uma luz de abajur com revestimento amarelo, produziu o efeito que olhamos e ao mesmo tempo traz tanto em sentido para mim. E muita paz sim. Muito obrigado por estar aqui, pela palavra, pelo conforto que trazes e pela esperança que se renova através do olhar.

      Curtido por 1 pessoa

    1. São os extremos que se conectam, meu querido amigo. A distância que senti e vivi me trouxe de volta para mim mesmo, pena que em situação de vida/morte. Mas, estou aqui para dizer sobre isso e que podemos seguir adiante. Muito obrigado por tudo, pelo espírito, pela fé e pela mineira amizade em cada esquina dos meus pensamentos.

      Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Geraldo….esse momento foi uma libertação após um tempo incalculável que fiquei à espera para entrar no bloco cirúrgico e pode ter sido apenas um único minuto. Não sei. Apenas sei que senti uma profunda solidão e logo a seguir retomei a força para seguir adiante. Ficar distante de nós mesmos acredito que possa ter esse efeito de encontro. Foi comigo. Muito obrigado sempre pela fé amiga e forte. Um grande abraço carinhoso.

      Curtido por 1 pessoa

  1. Deixamo-nos assumir, às vezes, a perspectiva necessária para nos ignorar. Fugimos para desejar voltar. Fechamos os olhos, ansiando pela possibilidade (que esperamos que seja eterna) de poder abri-los novamente. Nós discordamos. Nós nos perdemos. Nós nos encontramos, em nós mesmos e no outro.
    Um abraço de encontros, Fernando

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s