Fotografia: Duas janelas, dois tempos (two windows, two strokes)

Amanhecer e anoitecer. Dois momentos que se encontram em algum lugar aqui ou bem mais distante. Das janelas, de um lado, amanhece com os pinheiros pintando com seus galhos os tons que irão ser azuis; e do outro, a construção forma barreira para o sol partir em pedaços. Olhar é ainda uma forma de sonhar uma outra realidade.

Dawn and dusk. Two moments that meet somewhere here or much further away. From the windows, on one side, dawns with the pinetrees painting with their branches the shades that will be blue; and on the other, the construction forms barrier for the sun to break into pieces. Looking is still a way of dreaming another reality.

Amanecer y anochecer. Dos momentos que se encuentran en algún lugar de aquí o mucho más lejos. Desde las ventanas, por un lado, amanece con los pinos pintando con sus ramas los tonos que serán azules; y por otro, la construcción forma barrera para que el sol se rompa en pedazos. Mirar sigue siendo una forma de soñar otra realidad.

Fotos: Chronosfer. Para o Estevam, do Sabedoria do Amor (htpp://estevamweb.wordpress.com)

49 comentários em “Fotografia: Duas janelas, dois tempos (two windows, two strokes)

  1. E de cá acompanho a evolução da obra do homem, que derruba o verde para levantar o cinza ainda mais alto, tampando todos os azuis e alaranjados que o céu pode nos oferecer. Se buscar uma fenda entre a obra do homem e a obra de Deus, o contraste é uma fotografia atenta da triste realidade. Ainda que bonita, é triste. Falar o quê Queridíssimo Fernandíssimo de Poá?! Que as fotos são lindas?! Barbaridade tchê… são espetaculares! O Estevam deve estar feliz por demais da conta… e eu mais ainda! O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você, agora e sempre… um forte e caloroso abraço!

    Curtir

      1. Isso é sensacional! Quantos vermelhos existem? E os alaranjados? Quantos tons de azul? Mas, são apenas os olhos que podem reparar (se podes olhar, vê/ se podes ver, repara) que percebem tais sutilezas. Não basta ter uma boa câmera, tem que ter bons olhos por detrás dela.❣️

        Curtir

      1. É bom estar de volta também. Gosto muito das partilhas de todos os que acompanho aqui no WordPress e o seu blog é sem dúvida um deles 🙂
        Andei um pouco afastado, por bons motivos, mas creio que a partir de agora, passarei a ter mais tempo disponível para ir regressando de forma mais frequente! Um abraço!

        Curtir

  2. O nascimento do dia e o seu abandono à noite, duas partes de uma realidade que são necessárias, uma à outra, para existir e permanecer, como uma música que se repete todos os dias, mas que nunca evoca a mesma melodia. Um abraço de madrugada à noite, Fernando!

    Curtir

    1. hi Jaya, I always liked to imagine the dawn and the end of the day crossing the spindles and at some point meeting their colors, sometimes red, sometimes yellow, and sometimes with green tones. I have this view from my window, only feeling that the one in the second photo will be the last as a 17-story building is being built right next to where I look at the sky. Thank you so much.💐☮️🌷

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s