Fotografia: Reconstrução ( Reconstruction)

Manhã

Depois da chuva,olhar o que ainda tem a fazer e o já feito, aqui de fora tudo parece muito rápido. Do lado de dentro, é mais lento. O tempo se arrasta, as horas se alongam como elásticos, os minutos diminuem sua corrida. Porém, a reconstrução sempre será o ponto de partida e, quem sabe, de chegada. Onde ontem era apenas um estacionamento, hoje é lama e reflexos nas poças sobreviventes. A espera do dia começar, os trabalhadores nutrem essa eterna esperança de ali, onde hoje é um vazio imenso, seja uma nova construção repleta de vidas e mais vidas. Dentro ainda é lento, mas lá fora a vida não pode esperar.

After the rain, look what still has to do and what has already done, out here everything seems very fast. Inside, it’s slower. Time drags on, hours stretch like elastics, minutes slow down. However, rebuilding will always be the starting point and, perhaps, of arrival. Where yesterday was just a parking lot, today is mud and reflections in the surviving puddles. The waiting of the day begins, the workers nourish this eternal hope of there, where today is a huge emptiness, be a new construction full of lives and more lives. Inside is still slow, but out there life can not wait.