Fotografia: Voar com a música (Flying with music)

IMG_0555 (2)

As ruas cobertas com a sonoridade do cotidiano. As paredes e muros com a arte da música, convite ao toque mágico dos acordes. Voar. Caminhar. Fechar os olhos. O silêncio para viver. Não importa como. A música é o voo para o nosso dentro. Nossa alma.

The streets covered with a sonority do everyday. The walls and wall with the art of music, invitation to the magical touch of the chords. Fly. Walk. Close your eyes. The Silence to live. It doesn’t matter how. The music is the flight to our inside. Our soul.

Foto: Chronosfer. Montevidéu, Uruguai.

Fotografia: Assim são os dias… (So are the days…)

Europa IF 03

Os dias acendem as palavras que encontram a esperança de tantos outros dias. No encontro de cada dia, o calendário atravessa o tempo sem o tempo da urgência das horas. Em todos os lugares, aqui e aí, a vida vive o seu tempo. Com o espanto da alegria e a fome de esperança que nunca cessa.

The days light up the words that find the hope of so many other days. At the meeting of each day, the calendar crosses the time without the time of urgency of the hours. Everywhere, here and there, life lives its time. With the amazement of joy and the hunger of hope that never ceves.

Foto: Chronosfer.

 

Fotografia: Estações do tempo (Seasons of Time)

 

Quimio 1

As estações respiram a cada transição do tempo. O tempo respira as estações. Ambos refletem a vida. A nossa vida. E em cada tempo, em cada estação, um pouco de nós perde as cores que no sul brilham e norte suavizam. Somos estações em nosso tempo.

The seasons breathe every time transition. Time breathes the seasons. Both reflect life. Our life. And in each time, in each season, a little of us loses the colors that in the South glow and north soften. We are seasons in our time.

Foto: Chronosfer. Keukenhof, Holanda.

 

 

Fotografia: Recortes da vida (Life clippings)

IMG_1593 (2)

Os olhos escondidos. O passado grita em silêncio cada pedaço que deixou de ser futuro. os olhos pedem socorro. O presente é uma arma crua, perdido entre os sonhos. Mas, há sempre um facho azul de esperança com uma nuvem de paz. Os dias são assim, feitos da nossa ausência e de vidas cujos olhos se escondem de si mesmos. (Para Ágatha.)

The Hidden eyes. The past screams in silence every piece that has ceased to be a future. The eyes ask for help. The gift is a crude weapon, lost among dreams. But there’s always a blue face of hope with a cloud of peace. The days are thus, made of our absence and of lives whose eyes hide from themselves. (For Ágatha.)

Foto: Chronosfer. Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Fotografia: Olhar infinito (Endless look)

1735

Perspectiva: infinito. O olhar é assim. Desde o primeiro plano até onde possa alcançar. E encontra o imaginário para além do horizonte. Perspectiva. É a vida e o seu cotidiano. Infinitos em seu viver.

Perspective: Infinity. That’s the way it looks. From the foreground to where you can reach. And find the imaginary beyond the horizon. Perspective. It’s life and everyday. Infinites in his life.

Foto: Chronosfer. Arezzo, Itália.

Fotografia: A porta e seus olhos (The door and your eyes)

IMG_1917 (2)

Os olhos acompanham os movimentos da rua, do sol, das sombras. Faz da vigília sua razão de viver. E por olhar, por dentro e por fora, há muito deixou de ser apenas uma porta. Seus olhos são acolhedores, e oferecem uma nova perspectiva. Basta olhar os olhos da porta.

The eyes accompany the movements of the street, The Sun, the shadows. Make the vigil your reason for living. And by looking, inside and out, there’s a lot left of its only one door. Your eyes are cozy, and offer a new perspective. Just look in the eyes of the door.

Foto: Chronosfer. Iphone SE.

PS: Peço, mais uma vez, desculpas pela ausência, pela falta de visitas, leituras, comentários, likes. os últimos dias foram vividos em torno dos exames, que fiz ontem, de revisão pós-cirurgia, pós-quimioterapia. ainda refazendo-me da preparação, dieta e jejum, e da longa espera para os efeitos da medicação. faço este post e aos poucos irei visita-los. os resultados: logo que souber escreverei. muito obrigado pela força e paciência comigo.

I ask, once again, apologies for the absence, the lack of visits, readings, comments, likes. The last days were lived around the exams, which I did yesterday, post-surgery review, post-chemotherapy. Still remaking me of the preparation, diet and fasting, and the long wait for the effects of the medication, I do this post and gradually I will visit them. The results: As soon as I know I wrote it. Thank you very much for the strength and patience with me.

Fotografia: Abstrato fora de foco (Abstract out of focus)

IMG_1866 (2) Apenas uma mesa, tinta descolando, reflexos da luz ambiente, copos e tirar o foco do primeiro plano. Marcas de tantos pratos quentes, frios, garrafas, pessoas. Marcas de tantos encontros, de tantas conversas, de tanto silêncio. Apenas uma mesa e toda a história de tantas vidas.

Just a table, ink taking off, ambient light reflexes, cups and getting the focus from the foreground. Brands of so many hot dishes, cold cuts, bottles, people. Marks of so many encounters, of so many conversations, of so much silence. Just a table and the whole history of so many lives.

Foto: Chronosfer.